12 de agosto de 2013

O que já fiz - Vestido de chiffon com renda azul Jenny Packham

Olá pessoal, acabo de fazer um vestido lindo para uma amiga e resolvi postar a receita para vocês.
Este vestido foi usado por Kate Middleton e é da estilista Jenny Packham.
Espero que gostem, vamos lá.

Foto reprodução

Desvendando os mistérios:

Material:

09 m de chiffon toque de seda azul;
01 m de rende francesa azul;
0,5 m de tule invisível;
04 m de alphaseda azul;
19 botões para forrar;
  

Foto reprodução

Corte:

Na alphaseda:
Cortamos um vestido, tomara que caia com decote coração, corpo em fio reto, bem justo e costas com decote profundo até a altura da linha da cintura; saia longa com modelagem godê em viés.
Devemos cortar também uma tira de viés para fazer o passador dos botões e o acabamento interno das costas.

No tule invisível:
Cortemos uma camiseta baby look, sem mangas. Caso queira a parte da frente não precisa ir até a linha da cintura, pode ser até a linha do busto.

Na renda:
Cortamos a parte de cima do vestido conforme o de alphaseda e as costas da baby look conforme a de tule.
Depois cortamos as duas manguinhas em formato retangular e para dar a forma franzimos uma das laterais, topo e metade da outra lateral, deixando a parte com o barrado para fazer o detalhe da frente e bainha da manga.
Cortamos também uma uma tira do barrado para aplicar no decote das costas e unir com o barrado das mangas dando assim o detalhe de renda contornado todo o pescoço.

No chiffon:
Cortamos duas parte de saia godê, em viés, de tamanho e formatos iguais (não distinguir frente e costas). Depois cortamos mais dois triângulos amplos, em viés, com altura que parte da linha do ombro e vai até o chão.

Para todos abertura nas costas para o zíper e o abotoamento.

Foto reprodução

Montagem:

Primeiro fechamos o vestidos de alphaseda e a baby look de tule e unimos os dois. Feito isso forramos o corpo com a renda atentando para todos os acabamentos e correspondência entre as partes (veja fotos abaixo).
Depois aplicamos a saia de chiffon sendo que em posição invertida de modo que as costuras que deveriam ser nas laterais fiquem uma na frente, na mesma linha da pence do corpo e outra nas costas. Isso implica em laterais sem costura e costas toda aberta. Feito isso unimos as duas partes da saia pelas costas deixando o lugar para o zíper.

           

Passamos então para a aplicação dos triângulos costurando-os na linha do ombro e drapeando no formado do busto - prendi todo o drapeado com alfinete e depois passei com ferro a vapor até ficar bem marcado - por fim costurei ao corpo com ponto invisível à mão.
Para finalizar aplicamos as mangas posicionando a parte franzida na linha de costura do ombro indo em direção ao contorno da cava atentando para o desenho que ela deve fazer.
Por ultimo aplicamos o zíper, os botões e as casinhas nas costas, os acabamentos no avesso, a fita na cintura e o laço Chanel como toque final. 


Foto reprodução

Bainha: feita a maquina em todas as partes da saia com 0,5 cm de largura.

Zíper: nas costas, invisível.

Vejam o resultado:
                           




Detalhes importantes:
 No vestido original tem um broche na frente que preferimos eliminar, fica a critério de cada uma;
 Eliminamos também o plissado da saia, a dona do vestido preferiu assim; 
 A baby look de tule é de extrema importância para dar sustentação ao vestido. Sem ela a renda não aguenta sozinha todo o peso da saia. 
Recortei também algumas flores de renda e reapliquei na frente para harmonizar o desenho.
Gastei aproximadamente 15 dias de dedicação exclusiva para fazer este vestido, sem  contar com os dias de prova que foram 04.

  
E pronto vestido feito, espero que tenham gostado e até o próximo!
Beijos!!