6 de março de 2013

Vestido Versace de Chifon Nude Com Saia de Babados


Hoje vou atender ao pedido de Hemily e explicar como fazer o vestido da Versace usado por Demi Moore no Oscar ha uns anos atrás.
Ele tem o corpo todo drapeado e a saia com fenda e babados irregulares.
Já fiz este vestido e deu super certo. Então Hemily, segue a "receita":


Foto reprodução


Desvendando os mistérios:

Material:

08,00 m de chifon nude;
04,00 m de cetim nude para base;
01,00 m de alfaseda para forrar o corpete;
01,00 m de algodão engomado para estruturar o corpete;

Foto reprodução


Corte:

Corpete- Cortamos no cetim, na alfaseda e no algodão, fio reto, com modelagem de corselete bem ajustadas indo até a linha do quadril. Abertura para zíper nas costas (acho mais seguro que na lateral).
No chifon cortamos aproximadamente 15 tiras de viés - isso varia de acordo com o tamanho do vestido - com 06 cm de largura, para serem aplicadas no corpete uma a uma e formar o desenho drapeado.

Foto reprodução


Saia - Primeiro cortamos a base, no cetim e na alfaseda, em viés, modelagem evasê, deixando uma fenda mais ou menos a 10 cm de distancia da lateral esquerda, começando a 25 cm da linha do quadril. Caso queira a calda, aumentar o comprimento da parte do fundo da saia em mais ou menos 40 cm na linha do meio reduzindo proporcionalmente em direção as laterias até chegar na altura da frente.
No chifon cortamos aproximadamente 35 babados - isso depende da altura da dona do vestido - em viés, conforme abaixo:
10 com altura de 05 cm e comprimento na proporção da largura do quadril + 1/3;
05 com 10 cm de altura e 1,50 m de comprimento;
10 com 15 cm de altura e 1,60 m de comprimento;
05 com 20 cm de altura e 1,60 m de comprimento;
05 com 25 cm de largura e 2,50 m de comprimento.
Estes babados serão montados na saia base de modo a formar os babados irregulares.


Flor - Cortar no chifon uma tira de 10 cm de altura por 50 cm de comprimento


Foto reprodução


Montagem:
Começando pelo corpete, montamos o de algodão, o de alfaseda e o de cetim, sendo que o de alfaseda deve ficar por dentro o de algodão no meio e o de cetim para fora.
Pegamos as tiras de chifon dobramos ao meio e passamos ferro em todas para assentar bem.
Vestimos o corpete no busto de moulage e começamos a aplicar as tiras de chifon, uma por uma, de baixo para cima, formando o desenho drapeado. Depois é só cortar os excessos.
Para fazer a saia, primeiro unimos a saia base de cetim ao corpete, já com bainha para facilitar. Fazemos também a bainha de todos os babados a vela e franzimos em cima para dar mais volume. Este mesmo franzido vai ajudar também a ajustar o comprimento de cada babado em relação a saia base. Depois com o vestido no manequim de moulage vamos aplicando os babados com alinhavo, começando com 05 de 05 cm de altura, que ficam ao redor do quadril seguindo uma linha horizontal mesmo.
Feito isso, passamos para os 05 babados com 10 cm de altura, e agora vamos aplicar cada um partindo da fenda, na sequencia dos primeiros, só que agora  fazendo um desenho de U até chegar à fenda novamente do outro lado.
Prosseguimos com esta aplicação com os babados de 15 cm, 20 cm e 25 cm sobrepondo um a um sempre atentando para o desenho de U, é isso que vai dar a impressão dos babados bagunçados. Se seguirmos com todos eles em linha horizontal o resultado será uma saia de babados alinhados, tipo rumbeira e a ideia não é essa!
No final da montagem teremos um “buraco sem babado” no fundo da saia, logo depois dos 05 primeiros babados na altura do quadril, justamente por causa do U, aí é só pegar os 05 babados de 05 cm restantes ir aplicando até preencher toda a falha. Depois é só aparar os excessos e dar acabamento de bainha com vela.
Passar todo o alinhavo na maquina e aplicar por dentro a saia de alfaseda prendendo ela ao corpete pelo cós e à saia de cetim pela a fenda para dar acabamento.
Por ultimo fazemos a flor com a tira de chifon, também com bainha de vela, franzindo a base com ponto à mão e enrolado como espiral. Daí é só aplicar acima da fenda.

Bainha: Na saia de cetim e de alfaseda a maquina com 0,5 cm. Nos babados e na flor à vela.

Zíper: Nas costas, invisível.

Foto reprodução


Detalhes importantes:

ü  A quantidade e o comprimento dos babados dependem do tamanho do vestido. Estas medidas que passei são uma média aproximada para um vestido TAM 40;
ü  Caso queira, os babados da saia podem ser cortados em espiral, aí eles ficarão ainda mais volumosos e praticamente não será necessário franzir. Só que este tipo de corte gasta muito mais tecido, aconselho aumentar pelo menos uns 05 metros de chifon.
ü  No link que recebi o vestido tinha uma modificação no corpete, no lugar dos drapeados tinha renda. Neste caso 01 metro de renda é suficiente e ela deve ser cortada e aplicada normalmente como em qualquer corpete.

É isso Hemily, ele é um pouco trabalhoso, mas com um mês de antecedência dá para fazer sim, agora é só por a mão na massa!!
Boa sorte e excelente festa!!
Beijos!